Gestão Hospitalar: entenda melhor sobre essa carreira

Quando pensamos na estrutura de um Hospital lembramos de vários profissionais: enfermeiros, técnicos, recepcionistas…Mas, você sabe quem é o responsável por administrar toda essa estrutura? Para conseguir fazer com que um hospital funcione de maneira eficiente, o profissional da gestão deve ser devidamente instruído e preparado para tal cargo. Por isso, o curso de Gestão […]
Gestão Hospitalar - Carreira

Quando pensamos na estrutura de um Hospital lembramos de vários profissionais: enfermeiros, técnicos, recepcionistas…Mas, você sabe quem é o responsável por administrar toda essa estrutura?

Para conseguir fazer com que um hospital funcione de maneira eficiente, o profissional da gestão deve ser devidamente instruído e preparado para tal cargo. Por isso, o curso de Gestão Hospitalar vêm ganhando destaque nos últimos anos.

Assim, se a área de saúde te agrada, mas você não gosta de ter contato com sangue ou quer fazer parte do time das papeladas e resoluções, leia esse texto e veja se esse curso superior se encaixa no seu perfil profissional.

O que é Gestão Hospitalar?

A gestão hospitalar (também chamada de administração hospitalar) é o gerenciamento de sistemas de saúde: seus processos, pessoas, materiais e equipamentos, entre outras atribuições de um administrador. No entanto, muito além de um administrador, na área da saúde o profissional de gestão possui inúmeras possibilidades, e lida diretamente com questões dessa área.

A capacitação de um Gestor Hospitalar pode acontecer através de um curso superior, que pode ser uma graduação ou pós-graduação. Assim, durante a formação, os profissionais aprendem a gerir hospitais, clínicas, laboratórios, redes de farmácia ou até mesmo consultórios.

O conhecimento prévio ou interesse na área da saúde agregam à vivência destes profissionais, no entanto, uma formação anterior não é pré-requisito para quem deseja cursar Gestão Hospitalar.

A  junção de habilidades da experiência do profissional com a saúde e o gerenciamento de uma empresa do porte de um hospital, faz dessa pessoa um caso perfeito de sucesso no trabalho: um profissional completo para exercer as funções necessárias. 

No cenário em que, muitas organizações são geridas por médicos, dentistas e outros profissionais que nunca estudaram ou trabalharam com administração de empresas, um especialista em Gestão Hospitalar pode agregar valor ao negócio, devido ao seu preparo para essa função.

Qual o perfil profissional de um Gestor Hospitalar?

Agora que você já sabe um pouco mais sobre as funções do profissional de Gestão Hospitalar, confira quais competências são necessárias no perfil profissional de quem tem interesse em seguir nessa carreira.

Habilidades de liderança

Para estar à frente de decisões tanto estratégicas quanto cotidianas, o gestor precisa ser um bom líder. Isso significa que ele deverá saber como se relacionar com todos à sua volta,

demonstrando sempre empatia e confiança para que a equipe se sinta motivada e se mantenha engajada em suas atividades.

Interesse por atividades gerenciais

Essa característica é primordial para garantir a conquista de bons resultados na gestão. Por isso, é comum que alguns profissionais que atuavam de maneira técnica na área da saúde, tenham dificuldade ao se deparar com a burocracia desse tipo de trabalho.  Quando a pessoa já possui interesse por atividades gerenciais, a adaptação se torna mais fácil, e o profissional garante mais qualidade de vida ao exercer uma atividade que atenda aos seus objetivos pessoais e profissionais.

Pensamento estratégico

A visão estratégica é essencial para quem deseja estar à frente de qualquer setor ou organização. Portanto, raciocínio lógico, postura ética e conhecimento em estratégia de negócios, são grandes diferenciais na elaboração de alternativas criativas diante de situações desafiadoras.

Bom relacionamento interpessoal

Como você já deve ter percebido, o Gestor Hospitalar lida diretamente com pessoas. Assim, lidar diretamente com outros profissionais e liderar equipes de setores diferentes, exige que além de liderança o gestor possua um bom relacionamento interpessoal. Dessa maneira, é possível garantir a harmonia no ambiente de trabalho e uma relação de transparência entre a gestão e os colaboradores.

Capacidade para trabalhar sob pressão

O dia a dia em uma instituição, principalmente na área da saúde, conta com momentos de grande tensão. Essa realidade também exige que o profissional seja dinâmico e aprenda a lidar com agilidade e destreza em questões delicadas como  orçamentos apertados, a necessidade de mão de obra qualificada, ausência de materiais e equipamentos.

Inteligência Emocional 

Reunindo algumas das habilidades citadas acima, a inteligência emocional é importante para que o profissional se mantenha equilibrado e avalie as situações de

forma estratégica, tomando decisões eficientes em tempo hábil, sem perder a

objetividade e segurança.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a carreira em Gestão Hospitalar, conta pra gente aqui nos comentários se você se interessou pelo curso e se possui as habilidades necessárias para ingressar nessa profissão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Se você deseja mudar o seu estilo de vida, está em busca de mais qualidade e novos sonhos, a Fapuga pode ajudá-lo a começar algo novo este ano.

© 2022 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - TERMOS DE PRIVACIDADE                        Feito pelo Grupo Puga&Nunes ❤